Adoçantes Naturais, Amêndoa, Baunilha, Cacau, Caju, Curcuma (Açafrão-da-Índia), Frutas, ingredientes, Limão, Manga, mel, Mirtilo, Óleo de coco, Óleos e Gorduras Saudáveis, receitas, Sal Marinho, Sem Lacticínios, Sem Ovos, Sementes e Frutos Secos, Sobremesas, Tâmara

Tarte Crua de Manga e Mirtilos

4 Julho, 2017

A mistura de cor e sabor da manga e dos mirtilos eleva esta sobremesa a um nivel especial. A frescura é dada pela fruta, a cremosidade pelo caju e o equilibrio de sabores pelo sumo de limão.

Nesta altura do ano só me apetece fazer sobremesas cruas, coloridas e frescas, mas esta sobremesa pode ser feita durante todo o ano utilizando as frutas de cada estação. O resultado final, em termos de cor e sabor, vai ser diferente, mas a textura e a cremosidade estarão sempre garantidas. O ideal é variar – ficam aqui algumas sugestões: morango e ananás, pêssego e framboesa, abacate e lima, amora e banana, entre muitas outras.

Se a época em questão não tiver nenhuma fruta que nos chame a atenção, podemos optar por fruta congelada ou por uma versão mais simples em que não juntamos fruta nenhuma ao creme de caju e, antes de servir, cobrimos a tarte com uma compota de fruta. Ficamos assim com uma versão de cheesecake mais saudável, sem ovos, lacticínios nem açúcares refinados.


Ingredientes:

base,

  • 300 g de amêndoas torradas sem pele e sem têmpero
  • 200 g de tâmaras Medjool sem caroço (ou 10 unidades)
  • 2 colheres de sopa de cacau em pó
  • 1 pitada de sal marinho

recheio,

  • 450 g de caju cru sem tempero, demolhado em água por mais de 3 horas
  • 180 g de mel
  • 1/4  de colher de chá de baunilha
  • sumo de 1 limão
  • 80 g de óleo de coco
  • 200 g de manga em pedaços *
  • 200 g de mirtilos *

*  ou outros frutos com polpa, frescos ou congelados.

Sempre que possível opte por ingredientes biológicos.



Preparação:

  1. Comece por fazer a base (veja a receita passo a passo). Num processador, coloque todos os ingredientes e triture até obter uma textura areada.
  2. Coloque a massa na tarteira e, com as costas de uma colher de sopa, pressione a massa até estar bem nivelada e firme.
  3. Prepare o recheio. Com o copo do processador lavado, coloque o caju escorrido e os restantes ingredientes do recheio, à exceção das frutas. Bata até obter um creme homogéneo.
  4. Divida o creme em duas partes iguais. Volte a colocar no copo uma das partes juntamente com os pedaços de manga e bata até obter um creme. Coloque na tarteira e leve ao congelador por 30 minutos.
  5. Coloque no copo a segunda metade do creme e junte os mirtilos. Bata até obter um creme. Reserve.
  6. Retire a tarte do congelador, coloque o creme de mirtilos e volte a colocar no congelador por mais 3 horas ou até estar totalmente congelada.
  7. Retire do congelador 15 minutos antes de servir, desenforme e decore com mirtilos ou flores comestíveis.

 


(Visited 7.010 times, 2 visits today)

You Might Also Like

18 Comments

  • Reply Massa crua para tartes | GlutenFree com paixãoGlutenFree com paixão | Sem Glúten Portugal 5 Julho, 2017 at 14:40

    […] Receitas com esta massa: Tarte Crua de Fruta […]

  • Reply Catarina 6 Julho, 2017 at 14:20

    Olá!

    Esta receita parece maravilhosa. Vou experimentar. Obrigada pela partilha! 🙂
    Fiquei com umas dúvidas em relação à água para demolhar. Qual é a quantidade de água? 450g/ml, ou seja, 1 ml de água por 450g de caju?
    Outra coisa, a água com que se demolha os frutos secos não deverá ser descartada, uma vez que foram libertadas toxinas para essa água?

    Muito obrigada! Beijinhos!
    Catarina

    • Reply Sofia Paixão 6 Julho, 2017 at 15:52

      Olá Catarina, ponha o caju a demolhar com mais dois dedos de água por cerca 3 horas, escorra e coloque apenas o caju no copo 🙂 A água em que demolhamos é descartada. Demolhar ou não o caju tem dois objectivos, controlar a textura e tornar os seus nutrientes biodisponíveis através do inicio da germinação. Relativamente às toxinas que refere, no caso do caju, tanto pelo tempo como pela sua própria composição não são relevantes neste processo.

  • Reply Raquel 11 Julho, 2017 at 15:21

    Bom dia, a receita já está na minha lista de prioridades. Tenho uma dúvida relativamente à conservação: depois das 3h no congelador, guardamos no frigorifico? Se servirmos e sobrar parte da tarde, voltamos a congelar ou colocamos no frigorifico? Obrigada e parabéns pelo blog!

    • Reply Sofia Paixão 17 Julho, 2017 at 17:44

      Olá Raquel, depois das 3 horas no congelador pode colocar a tarte no frigorifico ou manter no congelador, depende se vai consumir nos próximos dias ou não. Esta tarte pode ficar congelada durante 3 meses. O importante é que fique numa caixa ou num saco que vede bem. 🙂

  • Reply Ana C Costa 14 Julho, 2017 at 18:54

    Olá!
    Ontem procurava uma receita para o bolo de aniversário do meu marido e esta tarte destacou-se logo por ser tão colorida e fresca.
    A tarde ficou deliciosa, toda a família adorou.
    Obrigada pela partilha!

    • Reply Sofia Paixão 17 Julho, 2017 at 17:48

      Obrigada Ana por partilhar! 🙂

  • Reply Mãe Maria 1 Agosto, 2017 at 9:32

    que linda cor. Tenho pena que os meus filhos não sejam adeptos deste tipo de receitas. E com frutas eles são avessos. Infelizmente não consegui, por mais que tenha lutado por isso, incutir-lhes o consumo de fruta variada. enfim, espero que tudo o que incuti, se revele um dia como frutífero.. Amei esta receita.

  • Reply Marta 5 Outubro, 2017 at 19:40

    Olá Sofia! Experimentei e ficou ótima:) só achei que o creme tinha ficado pouco cremoso… talvez seja mesmo assim mas nas fotos parece um pouco mais líquido. Bjinho e obrigada pela partilha!

  • Reply Sílvia Mendes 25 Novembro, 2017 at 21:29

    UAU!! Come-se com os olhos!

    • Reply Sílvia Mendes 3 Dezembro, 2017 at 17:56

      Fiz esta tarte e gostei bastante. Só tenho pena de o meu creme de mirtilos não ter ficado tão roxo quanto o da imagem, o meu ficou de um roxo “desmaiado”.

      • Reply Sofia Paixão 7 Dezembro, 2017 at 12:41

        Olá Silvia, depende da variedade dos mirtilos 🙂 na fotografia usei os congelados da marca Natural Cool que comprei no GoNatural.

  • Reply Iolanda Novita 3 Janeiro, 2018 at 16:03

    Olá Sofia, parabéns! é tão bom encontrar receitas sem glúten, e com ingredientes acessíveis há um ano que retirei o glúten por uma questão de saúde e na altura senti-me perdida, agora ja estou habituada, mas ando sempre à “caça” de novas receitas .
    A tarte crua será que se pode substituir o caju por amêndoa?
    Obrigada😊

    • Reply Sofia Paixão 16 Janeiro, 2018 at 22:34

      Olá Iolanda, obrigada! A textura do cajú é mais cremosa que a da amêndoa, além de que tem um sabor mais neutro 🙂

  • Reply Vitor Gameiro Raposo 20 Fevereiro, 2018 at 15:05

    Parabéns Sofia. As suas receitas são fantásticas, de simplicidade e sabor !!

    • Reply Sofia Paixão 20 Fevereiro, 2018 at 16:05

      Obrigada Vitor 🙂

  • Reply Sofia Moreira 15 Abril, 2018 at 20:02

    Eu que sou uma naba na cozinha, vou ter de começar a fazer a minha alimentação sem gluten. …estou em choque!
    Nem sei por onde começar mas cheguei até aqui por alguma razão. Vamos ver….

    • Reply Sofia Paixão 20 Abril, 2018 at 13:53

      Espero que a ajude! 🙂

    O seu comentário

    8 + two =